• Teresina
  • Simplicio Mendes
  • Pedro II
  • Campo Maior
  • Oeiras
  • Campinas do Piauí
  • Teresina
    por R2 Comunicação
  • Simplicio Mendes
    por Promotor Carlos Rubem
  • Pedro II
    por Promotor Carlos Rubem
  • Campo Maior
    por Promotor Carlos Rubem
  • Oeiras
    por Promotor Carlos Rubem
  • Campinas do Piauí
    por Promotor Carlos Rubem
Newsletter
Cadastre-se e receba as notícias da APMP em seu Email

Preencha acima e clique na tecla Enter
 

Parceiros

JustVida

Notícias

Entidades do MP e da Magistratura formalizam criação da Frentas Piauí  | (03/03/2017)

Representantes de seis entidades do Ministério Público e da Magistratura do Piauí se reuniram, nesta sexta-feira (3), na sede da Associação Piauiense do Ministério Público (APMP), para formalizar a criação da Frente Associativa da Magistratura e do Ministério Público no Piauí (Frentas/PI). 
 
Compõem a entidade, a Associação Piauiense do Ministério Público (APMP), Associação dos Magistrados Piauienses (Amapi), Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho (ANPT), Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), Associação dos Magistrados do Trabalho da 22ª Região (Amatra 22) e a Associação dos Juízes Federais do Piauí (Ajufepi)
 
De acordo com o presidente da APMP e coordenador da Frentas Piauí, Glécio Setúbal, a Frente Associativa tem como objetivos articular as entidades na defesa das prerrogativas relacionadas à independência e unidade do MP e da Magistratura; defender a Constituição e o Estado Democrático de Direito; colaborar com o Estado na avaliação nas questões relativas ao exercício das funções constitucionais atribuídas à Magistratura e ao MP; dentre outros assuntos de interesse das categorias e da sociedade.
 
"Para muito além das questões associativas, a formalização da Frentas Piauí é importante para toda a sociedade, visto que estamos irmanados em questões de interesse público, como a Reforma da Previdência e o combate à corrupção. Portanto, a formalização dessa parceria é um importante passo para o fortalecimento do MP, da Magistratura e da sociedade piauiense como um todo”, frisa Glécio Setúbal.
 
Participaram da reunião o presidente da APMP, Glécio Setúbal; o presidente da Amapi, Thiago Brandão de Almeida; o presidente da AJUFEPI, Daniel Santos Rocha Sobral; e o representante da ANPR, Kelston Pinheiro Lages.
 



Mais Notícias

 
por m@rc05!r@n