• Campo Largo do Piauí
  • Bom Jesus
  • Uruçuí
  • Jerumenha
  • Campo Largo do Piauí
    por R2 Comunicação
  • Bom Jesus
    por R2 Comunicação
  • Uruçuí
    por R2 Comunicação
  • Jerumenha
    por R2 Comunicação
Newsletter
Cadastre-se e receba as notícias da APMP em seu Email

Preencha acima e clique na tecla Enter
 

Parceiros

MP Oline JustVida

Notícias

Servidores se mobilizam contra regime de urgência da Reforma da Previdência Estadual  | (05/12/2019)

 
 
Representantes de várias associações e sindicatos de servidores públicos do Estado estiveram, nesta quinta-feira (5), na Assembleia Legislativa, para uma mobilização contra o regime de urgência para votação da Proposta de Emenda Constitucional Nº 03/2019, que trata sobre o Regime Próprio de Previdência Social no Piauí. A Associação Piauiense do Ministério Público (APMP) esteve na mobilização.
 
Além da retirada do regime de urgência, as entidades também solicitaram ao presidente da Casa, deputado Themístocles Filho (MDB); ao presidente da Comissão de Constituição e Justiça, deputado Júlio Arcoverde (Progressistas); e ao líder do Governo na Assembleia, deputado Francisco Limma (PT), a realização de audiências públicas e a votação do projeto para fevereiro de 2020.
 
O vice-presidente da APMP, Paulo Rubens Parente Rebouças, pontua que as associações e sindicatos entendem que “este é um tema complexo e que precisa ser discutido, amplamente, com os servidores, de modo que as alterações e emendas ao projeto sejam devidamente apresentadas e não haja mais prejuízos às categorias”. O presidente da Associação, Hugo Cardoso, também acompanhou a mobilização.
 
Os deputados estaduais Teresa Britto (PV), Marden Menezes (PSDB) e Lucy Soares (Progressitas) também acompanharam a reunião e se posicionaram favoravelmente à solicitação das entidades. “Queremos mais tempo até para embasar nosso voto. Estamos mobilizando os servidores públicos e queremos a participação de toda a população piauiense nesse processo”, pontua Teresa Britto.
 
Um Ato Público na Assembleia Legislativa acontecerá segunda-feira (9), às 9h, contra o regime de urgência. Além da APMP, também participaram as associações dos Magistrados Piauienses (Amapi) e dos Defensores Públicos; sindicatos dos Policiais Civis, dos Delegados de Polícia Civil, dos Trabalhadores da Educação, dos Urbanitários do Piauí e dos Agentes Penitenciários do Piauí.
 



Mais Notícias

 
por m@rc05!r@n